Conheça 5 profissões de nível técnico em alta no mercado

FacebookLinkedInTwitterGoogle+PinterestWhatsAppEmailPrint

Existem algumas profissões que estão sempre em alta e, mesmo em tempos de crise econômica, os profissionais da área são frequentemente procurados. Um bom exemplo são as carreiras de nível técnico. Os técnicos têm uma formação mais específica e a demanda por seus conhecimentos é sempre alta. Para melhorar, o tempo investido nesse tipo de formação gira em torno de 1 a 2 anos — um período muito menor do que se gastaria para formar em uma universidade tradicional.

Segundo dados de uma pesquisa realizada pelo SENAI, a remuneração dos profissionais desse segmento é diferenciada: em média, profissionais de nível técnico recebem 24% a mais do que profissionais de formação generalista. Os cursos técnicos preparam o aluno para trabalhar em uma atividade específica, como soldador e eletricista, por exemplo. A procura por esse tipo de profissional é grande e, para eles, sempre existem vagas disponíveis.

Se está à procura de recolocação profissional, planejar uma carreira de nível técnico pode ser a solução. Conheça aqui as 5 profissões que estão em alta no mercado:

Técnico em meio ambiente

Em tempos de extrema preocupação com os recursos naturais, o profissional desse segmento tende a encontrar ótimas oportunidades. Aqueles que formarem como técnicos em meio ambiente poderão trabalhar com gestão ambiental, controle de poluição, controle de pragas e vetores em plantações, educação ambiental etc. O salário médio de quem está começando na área gira em torno de R$3,5 mil.

Desenvolvedor mobile

Com o avanço das tecnologias digitais em todo o país, empresas procuram por profissionais — inclusive os de nível técnico — capazes de desenvolver aplicativos e plataformas customizadas para empresas, principalmente para uso móvel e voltados para a comunicação. Quem permanecer por algum tempo no ramo pode conquistar salários de R$5 mil, em média.

Técnico em geoprocessamento

Em todos os locais onde há plataformas de petróleo, extração e refinamento, esse profissional é indispensável, já que ele é quem faz a análise de solo onde a empresa está instalada. Os salários dos técnicos em geoprocessamento começam em torno de R$4 mil, ou seja, esse é um ramo que paga muito bem.

Técnico em segurança do trabalho

As principais atividades exercidas por esse profissional são a realização de inspeções e avaliação de instalações das empresas, a fim de proteger os funcionários de situações de risco. Esse tipo de inspeção, normalmente, é realizada em companhias que têm muitos funcionários. Um dos pontos positivos da profissão é a vasta gama de oportunidades, já que os técnicos em segurança do trabalho podem realizar análises em empresas de qualquer segmento. Além disso, os salários iniciais costumam ser, em média, de R$2 mil.

Técnico em logística

Técnicos em logística são profissionais responsáveis por planejar e analisar todos os processos relativos a despacho e entrega de mercadorias para empresas que trabalham com produtos físicos. A grande procura por esse tipo de profissional se deve ao fato de essa ser uma atividade comum a inúmeras áreas. A remuneração dos técnicos em logística que estão começando agora gira em torno de R$2,5 mil.

No Brasil, existem cerca de 160 cursos técnicos e apenas 9% da população está matriculada neles. Um número pequeno, sobretudo se compararmos à maioria dos países da Europa. Para os que se interessam pela ideia de seguir uma carreira técnica, vale lembrar que a lista não para de crescer. São inúmeros cargos para as mais diversas áreas de conhecimento. E você, é técnico e adora a sua profissão? Conte para nós!

FacebookLinkedInTwitterGoogle+PinterestWhatsAppEmailPrint

Comentários

comentários

Os comentários estão desabilitados.