Por que trabalhar em startups pode valorizar o profissional?

FacebookLinkedInTwitterGoogle+PinterestWhatsAppEmailPrint

Profissionais competentes de diversas áreas estão sempre em busca de maneiras de se aprimorar e de oportunidades de colocar as suas habilidades em prática. O que muita gente não sabe é que a melhor forma de fazer isso não é exatamente trabalhando para uma grande empresa, pelo contrário! Uma experiência como esta pode ser conquistada com facilidade ao trabalhar para uma startup.

Diferentemente do que ocorre com empresas muito grandes, as startups são capazes de estimular a proatividade e a criatividade dos seus funcionários, proporcionando um cenário completamente diferente à sua equipe. Em uma startup, existe muito mais liberdade para se criar e conduzir processos, o que leva em consideração a habilidade para solucionar problemas de forma criativa e a possibilidade de crescimento profissional.

Veja a seguir 5 razões pelas quais trabalhar em startups pode valorizar o profissional:

Mais destaque

As startups de maior sucesso geralmente estão envolvidas com o desenvolvimento de produtos inovadores e únicos. Para os profissionais que integram a equipe, trata-se de uma oportunidade de obter bastante reconhecimento em sua área de atuação por se associar a um projeto de grande repercussão. Em uma grande empresa, dificilmente você terá a chance de ter seu nome associado a um projeto importante pois, em geral, eles são compostos por equipes muito vastas.

Mais liberdade

Em uma empresa grande, raramente se tem a liberdade que existe em uma startup. Muitos processos são engessados e fica difícil difundir soluções melhores e mais rápidas. Em uma startup, porém, existe o estímulo constante de se buscar formas melhores de trabalhar. Por ser menor e ter menos funcionários, existe a expectativa de que cada um consiga lidar com estas situações sozinho. Assim, cada profissional possui liberdade suficiente para solucionar problemas com excelência, sem esbarrar em limitações.

Mais versatilidade

O profissional que trabalha em uma startup terá um leque de habilidades muito mais vasto do que o convencional. Geralmente, isso ocorre pelo fato de uma startup contar com menos pessoal, o que faz com que todos realizem trabalhos além de suas funções. Isso acaba formando funcionários capazes não só de realizar outras tarefas como também de pensarem de forma interdepartamental na solução de problemas e implementação de melhorias. Isso proporciona um ganho ao pensamento estratégico e às habilidades deste profissional.

Mais sincronia com o progresso

O processo de atualização de conceitos e processos de uma grande empresa costuma ser lento e reativo. Em uma startup, a situação é oposta: no geral, existe uma aceitação bem maior às últimas tendências da tecnologia e de que forma elas podem ajudar no desenvolvimento desta empresa. Se essas tecnologias puderem ajudar na condução do trabalho e na melhoria da qualidade do produto final da startup, os últimos avanços da tecnologia devem fazer parte de sua estratégia. E o profissional que se acostuma a este universo será capaz de sempre usar estes recursos a seu favor.

Mais responsabilidade

Em uma grande empresa, existem diversos filtros e departamentos separando os profissionais. O que ocorre em uma ponta da organização pode demorar para chegar até a outra, ou até mesmo ter a sua mensagem alterada.

Em uma startup, todos trabalham de forma mais próxima simplesmente porque o número de profissionais é menor. Assim, cada um possui um senso de responsabilidade superior, por ter consciência de que qualquer falha terá consequências imediatas para a empresa e seus colegas de trabalho.

Todo profissional precisa trabalhar pelo menos uma vez na vida em uma startup. O aprendizado que vem de uma experiência como esta é muito valioso e será essencial para que esta pessoa consiga conquistar cada vez mais objetivos em sua vida profissional e obter uma formação que não é possível conseguir em nenhum outro lugar.

Você já trabalhou em uma startup? O que achou dessa experiência? Comente e divida a sua opinião conosco!

FacebookLinkedInTwitterGoogle+PinterestWhatsAppEmailPrint

Comentários

comentários

Os comentários estão desabilitados.